Como evitar “blunders” ou capivaradas?

Artigo escrito pelo MI Mauro de Souza

Hydrochoerus hydrochaeris, a capivara, é o maior roedor do mundo. Entre os enxadristas brasileiros, “capivara” é aquele que joga xadrez mal e, portanto, é comum chamarem um lance ruim de “capivarada”

Evitar erros grosseiros é, na minha opinião, o ponto crucial que permitirá ao “capivara ambicioso” subir de nível. O prestigiado MI Renato Quintiliano disse uma vez a um aluno meu ser quase impossível a um jogador de 1600 pontos de rating concluir uma partida sem cometer pelo menos 1 “blunder”. Antes de passar minha “receita” a este desagradável problema gostaria de compartilhar uma partida com capivaradas do atual campeão mundial, o GM norueguês Magnus Carlsen.

Carlsen ficou tão irritado com seu erro que chegou a se indispor, de maneira equivocada diga-se de passagem, com o árbitro do torneio. O episódio foi parar até na revista Veja. Agora meu conselho: procure resolver regularmente (mesmo quando você não tiver muita vontade) um número fixo e programado de exercícios de tática com limite de tempo e valendo rating. Paralelamente a isto analise suas partidas e não ignore seus erros. Estes conselhos não vão eliminar completamente seus “blunders”, mas devem ajudar a diminuí-los bastante.

Como evitar “blunders” ou capivaradas?