Como Capablanca dominava Alekhine antes de ter perdido o título ao rival russo…

Artigo escrito pelo MI Mauro de Souza

Capablanca x Alekhine foi um dos grandes duelos do xadrez mundial

O Alekhine foi “freguês de caderneta” do Capablanca. Era assim antes da legendária vitória de Alekhine no match pelo título mundial disputado em Buenos Aires em 1927. Os 2 gênios eram contemporâneos, tinham praticamente a mesma idade, mas na época anterior ao match o jogo do Alekhine simplesmente não encaixava com o de Capalanca. Esta disparidade contribuiu muito para que o “genial cubano” subestimasse o perigo que era o xadrez de Alekhine e que, portanto, não se preparasse adequadamente para o referido match. A partida que vamos analisar a seguir é bem típica desta época: o russo erra o plano ainda na abertura e não consegue reagir.

Usei muitas vezes este jogo em minhas aulas. Reproduzindo-o muita gente pode chegar à conclusão de que Capablanca ganhava as partidas “só no conceito” sem analisar muitas variantes. Nada é mais falso; tanto Fischer como Kasparov consideravam o ponto forte de Capablanca a tática e o cálculo de variantes. Aliás, ao meu ver este é justamente o ponto forte de Magnus Carlsen, o atual campeão mundial: ele consegue analisar um número enorme de possibilidades em muito pouco tempo só que com finalidades mais defensivas ou profiláticas.

Como Capablanca dominava Alekhine antes de ter perdido o título ao rival russo…